terça-feira, 28 de dezembro de 2010

BISPO RECUSA COMENDA DO SENADO

Bispo recusa comenda do Senado: Estes aqui são representates do povo?

Bispo de Limoeiro do Norte (CE), Dom Manuel Edmilson da Cruz recusa comenda no Senado e diz que os homens que aprovam o vexatório aumento para si, enquanto categorias básicas do país vivem em dificuldades não têm a estatura de representantes do povo.


O bispo Dom Manuel da Cruz foi à cerimônia de entrega de sua comenda. Abriu a folha de discurso e na sua dificuldade normal (86 anos) e humildade declara (resumo):


- Parlamento é coisa para ser respeitada. É a representação do povo, da vida democrática.


- Estamos vendo sindicatos e, greve e tendo suas reivindicações salariais negadas. Empregados de transportes, educação, saúde. Todos fundamentais ao povo e tendo suas reivindicações negadas após muita luta.


- Contudo, este congresso aprova para si aumento absurdo, na maior facilidade.


- Podem ser chamados de parlamentares? Representantes do povo?


- Quem vota em político corrupto está votando na morte.


- O aumento dos parlamentares devia seguir o aumento do salario mínimo e da aposentadoria.

- Em virtude destas questões a comenda que lhe é oferecida não está à altura do homem que dá o seu nome (Don Helder Câmara) e, portanto, não posso recebê-la.

Parabéns ao bispo! Fiquei orgulhoso por ver um cristão com estatura e coragem para admoestar um congresso safado destes.

Muito bom seria se os líderes evangélicos brasileiros, ao invés de perderem tempo se dando títulos pomposos, começassem a recusar honrarias, não apenas para exercitarem humildade se fazendo menores diante do autor de todas as coisas, mas para a relevância de servir ao próximo e ser aprovado em todas as coisas. Oro por isto!


video

O MILAGRE NA PISCINA


Era uma vez um homem que todos os dias ia ao clube nadar em uma piscina coberta e aquecida na cidade de Helsinque, na Finlândia. O interessante é que ele repetia uma rotina curiosa: corria até à beira da piscina, molhava o dedão na água e depois subia no trampolim mais alto; abria os braços formando uma cruz, falava alguma coisa e dava um lindo mergulho.

Então, atravessava a piscina inúmeras vezes, nadando com facilidade. Era um excelente nadador.

Um sócio do clube, intrigado com aquilo, um dia tomou coragem e perguntou a razão daquele hábito. O homem sorriu e respondeu: “Sim, eu tenho um motivo para fazer isso. Há alguns anos, eu era professor de natação de um grupo de rapazes. Meu trabalho era ensiná-los a nadar e a saltar do trampolim. Certa noite, não conseguia dormir e fui à piscina nadar. Sendo o professor de natação do clube, eu tinha a chave para entrar no ginásio que abriga a piscina. Não acendi a luz porque conhecia bem o lugar. A luz da lua brilhava através do teto de vidro. Quando estava sobre o trampolim vi minha sombra na parede em frente. Com os braços abertos, minha silhueta formava uma magnífica cruz. Em vez de saltar, fiquei contemplando aquela imagem. Nesse momento, pensei na cruz de Cristo. Eu não era cristão, mas quando era criança aprendi um cântico cujas palavras me vieram à mente e me fizeram recordar que Jesus morreu em uma cruz para me salvar. Não sei quanto tempo fiquei parado sobre o trampolim com os braços estendidos pensando nisso. Ali mesmo, fiz uma oração e pedi a Deus que salvasse minha alma. Neste instante, um funcionário que notou a porta aberta entrou e acendeu a luz. Pude perceber que a piscina estava vazia. Alguém a tinha esvaziado e eu não sabia. Naquela noite, a imagem da cruz na parede salvou a minha vida.

Se tivesse saltado, seria meu último salto. Fiquei tão agradecido a Deus que me ajoelhei na beira da piscina, confessei meus pecados e entreguei minha vida a Ele. Talvez agora você entenda também porque molho o dedão antes de saltar na água e as palavras que digo antes de saltar: é a minha oração de gratidão a Deus.”

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

Garoto corta pescoço em linha de cerol em Sobradinho II

Na tarde desta quinta-feira (23), um garoto de 5 anos teve o pescoço cortado por uma linha de cerol. O acidente aconteceu em um campo de futebol, em Sobradinho II, próximo ao cemitério.

Wagner Queirod Fois, de 40 anos, foi o responsável por estender de um lado a outro do campo, 120m de linha. De acordo com a 35° Delegacia de Polícia, ele vai responder pelos crimes de lesão corporal grave e omissão de socorro, já que fugiu do local no momento do incidente.
O garoto foi encaminhado ao Hospital de Sobradinho, passou por uma pequena cirurgia, onde levou cerca de quatro pontos. Em seguida teve alta e passa bem. Wagner pode pegar de 1 a 5 anos de prisão por lesão corporal, fora a pena por omissão.

Fonte: Da redação do clicabrasilia.com.br

Homem é morto a facadas em Sobradinho II

O funcionário de uma loja de materiais de construção Genilson Rodrigues dos Santos, 33 anos, foi encontrado morto por volta das 11h30 deste domingo (27), em Sobradinho II. A vítima recebeu três facadas no pescoço e apresentava ferimentos nos cotovelos. Ele estava dentro do barraco onde morava, às margens da DF-150, km l. Peritos do Instituto de Criminalísticas estiveram no local do crime e comprovaram a morte. Há indícios de que a vítima tenha lutado contra o assassino.



A polícia investiga a possibilidade de latrocínio (roubo seguido de morte), mas não descarta a hipótese de vingança. A porta do imóvel onde a vítima morava estava arrombada. Agentes da Seção de Investigação de Crimes Violentos da 35ª Delegacia de Polícia (Sobradinho II) afirmaram já ter um suspeito. O nome, no entanto, é mantido em sigilo para não prejudicar as investigações.





Fonte: Da redação do clicabrasilia.com.br

Agnelo deverá exonerar, logo após a posse, parte dos 18,5 mil comissionados

Primeiro de janeiro, governo novo e equipe renovada. Esse é o espírito de um decreto sob elaboração pelo grupo de transição que deverá ser assinado por Agnelo Queiroz (PT) num dos primeiros atos como governador do Distrito Federal. A ideia é exonerar 95% dos 18,5 mil servidores comissionados de uma tacada só. As exceções ficarão por conta de quem tem função vital, de chefia ou atendimento direto ao público, que não possa ficar acéfala por alguns dias. Caso, por exemplo, de cargos em hospitais. Procurada pelo Correio, a assessoria do governador eleito não confirmou a informação. Mas, com as demissões em bloco, Agnelo ficará livre para escolher quem permanece a serviço do novo governo. Será uma espécie de pente-fino para tirar da máquina funcionários fantasmas, improdutivos ou muito ligados às gestões anteriores, de Joaquim Roriz (PSC), José Roberto Arruda (sem partido) e Rogério Rosso (PMDB).


Fachada do Palácio do Buriti: dos comissionados, só serão mantidos aqueles que exercem funções estratégicas
As mudanças são tratadas na equipe de Agnelo como uma rotina. Seguem exemplo de medida adotada por Arruda em 1º de janeiro de 2007. Um decreto do então governador afastou todos os servidores em vínculo com o GDF. Aos poucos, Arruda foi reintegrando funcionários selecionados dentro de critérios da nova gestão, tornando nesses casos sem efeito o decreto de exoneração. Assim que tomou posse em 1999, depois de derrotar Cristovam Buarque, que concorreu à reeleição pelo PT, Roriz também fez uma varredura. Por meio de decreto, demitiu todo mundo. Deixou de fora todos os servidores identificados com a administração anterior e chamou para essas funções apadrinhados sintonizados com o rorizismo.

Muitos comissionados estão no poder apenas por ser amigo ou cabo eleitoral de um deputado distrital ou federal. Essa situação ficou bem demonstrada numa planilha apreendida pela Polícia Federal (PF) durante o cumprimento de mandado de busca na casa e no gabinete do então chefe da Casa Civil à época José Geraldo Maciel, na Operação Caixa de Pandora, em novembro de 2009. Mais de 3 mil cargos foram distribuídos na base aliada, conforme registrava uma tabela em poder de Maciel, o articulador político de Arruda.

As planilhas indicam, por exemplo, que a Secretaria de Saúde foi totalmente loteada entre indicações dos deputados Dr. Charles (PTB) e Paulo Roriz (DEM) e do deputado federal Augusto Carvalho (PPS). A Secretaria de Justiça e Cidadania estava sob o controle dos deputados Raimundo Ribeiro (PSDB), Benício Tavares (PMDB), Cristiano Araújo (PTB), o senador Gim Argello (PTB) e o deputado Alírio Neto (PPS), que volta a ser secretário. No governo Arruda, os deputados com maior cota eram Eliana Pedrosa (DEM) e Rôney Nemer (PMDB). Na gestão de Roriz, a prática era a mesma. Com um agravante: como havia um embate eleitoral duro entre azuis e vermelhos, petistas eram perseguidos e escanteados na estrutura do governo. A principal fonte de distribuição de cargos ocorre nas administrações regionais.

Rearranjo
Relatórios elaborados pela equipe de transição de Agnelo sugeriram medidas emergenciais para os primeiros 100 dias da nova gestão. Uma delas será o rearranjo da máquina administrativa. O diagnóstico feito pelo Núcleo da Gestão Pública e Administrativa aponta a necessidade de enxugar os quadros drasticamente. Um dos problemas verificados é o número muito maior de comissionados do que servidores de carreira em alguns órgãos públicos. Hoje, na Administração do Paranoá, por exemplo, há oito funcionários efetivos e 105 de confiança. Na Administração de Sobradinho, a situação é parecida: há apenas quatro efetivos em um universo de mais de 100 comissionados. Na Administração do Varjão, um único servidor concursado.

Uma minuta de decreto foi elaborada por técnicos do núcleo para definir um novo modelo de funcionamento e da estrutura do próximo governo. Segundo fonte da equipe técnica, a “limpeza cuidadosa” nos cargos comissionados não prejudicará a prestação dos serviços públicos, mas dará um toque mais “profissional” para o funcionamento dos órgãos. O aumento da quantidade de secretarias prevista por Agnelo faz parte das mudanças sugeridas pela equipe da nova gestão. Atualmente, existem 20. Serão criadas outras 10.

Estrutura
O Governo do Distrito Federal (GDF) possui 30 administrações regionais. A Lei nº 4545, de 10 de dezembro de 1964, institucionalizou a figura administrativa. A última a ser criada foi a de Vicente Pires, em 2009. A região deixou de ser um bairro de Taguatinga e ganhou autonomia política durante a gestão de José Roberto Arruda. Cada administração recebe recurso próprio do governo e pode gastá-lo de acordo com suas necessidades.


Crise entre peemedebistas
Depois de oito meses de mandato, o governador Rogério Rosso (PMDB) vai transmitir o cargo em 1º de janeiro ao novo chefe do Executivo, Agnelo Queiroz (PT), em meio a uma crise com o futuro vice-governador Tadeu Filippelli (PMDB). Os dois peemedebistas não se falam há meses, desde que Rosso disputou — e perdeu — a convenção regional do partido que definiu o caminho de Filippelli nas eleições. Rosso queria disputar a reeleição, mas sua pretensão foi derrotada pelos convencionais, em larga maioria imposta por Filippelli, que desejava a aliança com o PT. Na última quinta-feira, o atual governador foi suspenso pelo partido.

Desde a convenção, Rosso e Filippelli se encontraram apenas duas vezes. Nas duas situações, por acaso, numa festa e num jantar na casa do deputado Eunício de Oliveira (PMDB-CE), senador eleito. Rosso foi suspenso porque descumpriu acordo com o partido de que não tentaria concorrer à reeleição e também por ter declarado apoio público à candidata Weslian Roriz (PSC), adversária de Agnelo e Filippelli nas últimas eleições. Ele declarou, na ocasião, que tem uma relação afetiva com dona Weslian. A mulher do ex-governador Joaquim Roriz trabalhou na campanha de Rosso em 2006, que concorreu a uma vaga de deputado federal — ele não foi eleito. O atual governador é o primeiro suplente da coligação que elegeu Tadeu Filippelli, Jofran Frejat (PR) e Laerte Bessa (PSC).

Ao assumir o cargo de vice-governador, Filippelli vai renunciar um mês de mandato de deputado federal, que termina em 1º de fevereiro. Em tese, Rosso deveria de assumir a vaga, mas a suspensão do PMDB pode impedi-lo de exercer por 30 dias o mandato de deputado federal. A questão é controversa e depende de uma decisão da secretaria-geral da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados, que por sua vez vai ouvir a Justiça Eleitoral sobre a possibilidade de dar posse ao suplente. Rosso e Filippelli começaram a se desentender duas semanas depois da eleição direta do governador em abril, para o mandato-tampão. (AMC)

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

42 CONDOMINIOS DE SOBRADINHO REGULARIZADOS


O governador do Distrito Federal, Rogério Rosso, assinou na manhã desta sexta-feira (10) dois decretos em solenidade no auditório da Terracap. O primeiro deles regulariza mais 42 condomínios na região de Sobradinho (RA V) e o outro aprova a alteração do referencial geodésico do projeto do sistema cartográfico do DF.
“Assumimos o governo num esforço concentrado de legalizar as áreas passíveis regularização, para o bem da cidade, e a cada decreto que assino, neste sentido, fico feliz em ver que enfrentamos esse problema de frente”, avaliou Rosso.
Desde que a atual gestão assumiu o Governo do Distrito Federal (GDF), a população conquistou a regularização de 62 áreas de habitação urbana, beneficiando aproximadamente 65 mil pessoas. Os dados foram divulgados, na mesma solenidade, pela vice-governadora Ivelise Longhi. “Regularizar a situação dessas pessoas é regularizar a cidade como um todo. É buscar a garantia de um futuro melhor para nossas gerações”, avaliou Ivelise.
O decreto assinado pelo governador Rosso contempla a regularização de 41 condomínios e revalida decreto anterior que tratava da autorização do registro de posse do condomínio Alto da Boa Vista. A partir de agora, todos os moradores da região têm 180 dias para registrar no cartório a posse dos seus respectivos lotes.
No documento assinado, o GDF reconheceu a situação legal de mais de 7 mil lotes em condomínios localizados em terras particulares. Foram beneficiados pouco mais de 28 mil pessoas com a medida.
Mapeamento digital ajudará a conter invasões
O decreto que altera o referencial geodésico do projeto do sistema cartográfico do DF, também assinado pelo governador Rogério Rosso, é o primeiro passo para fortalecer o trabalho de combate a invasões de terra. Isto porque, na prática, o documento obriga que as políticas públicas sejam embasadas no novo mapeamento territorial da região feito pela Terracap, já que o anterior estava defasado em mais de 18 anos. “Com esses estudos poderemos, inclusive, trabalhar melhor na fiscalização das áreas ocupadas”, avaliou Rosso.
O projeto de remapeamento do território do DF foi realizado pela Terracap e consiste num estudo detalhado e digitalizado de todo o mapa cartográfico do DF. “Foram utilizados os recursos mais modernos para que possamos ter um desenho claro da situação real do território”, explicou o governador.
Segundo Rosso, o novo sistema cartográfico se assemelha ao popular “Google Earth”, via internet. “Parece, mas, na concepção, o nosso é bem mais detalhado e científico”, explicou. De acordo com o decreto, as escalas utilizadas no novo mapa constituirão em referência oficial obrigatória para todos os trabalhos, estudos, projetos e anteprojetos de topografia, cartografia, urbanismo, demarcação, implantação e acompanhamento de obras de engenharia em geral, bem como para o controle de uso do solo no Distrito Federal.
Por enquanto, o acesso aos dados fornecidos pelo novo sistema cartográfico servirá principalmente para abastecer com informações órgãos estratégicos, como o caso das polícias, Corpo de Bombeiros. “Inicialmente, usaremos os recursos oferecidos para traçar rotas e também para monitorar e controlar o uso da terra. Esta será, sem sombra de dúvidas, a mais importante ferramenta que governo tem para gerir seus territórios”, afirmou Rosso.
De acordo com o governador, a idéia é dar acesso as informações a todos os brasilienses por meio da internet. “Futuramente queremos dar publicidade a esses dados para a comunidade científica, estudantes e população em geral”, afirmou.
Lista dos condomínios regularizados nesta sexta-feira (10), na região de Sobradinho

1. MORADA

2. BOA SORTE

3. CARAVELO

4. CASA ROSADA

5. CHÁCARA PARAÍSO

6. CHÁCARA SÃO JOSÉ

7. FRATERNIDADE

8. HALLEY

9. MANSÕES SOBRADINHO II

10. PETRÓPOLIS

11. RESIDENCIAL BEM ESTAR

12. RESIDENCIAL IPÊS

13. RESIDENCIAL JARDIM VITÓRIA

14. RESIDENCIAL NOVO HORIZONTE

15. RESIDENCIAL PLANALTO

16. RESIDENCIAL SERRA DOURADA

17. RESIDENCIAL SOBRADINHO

18. RESIDENCIAL SOL NASCENTE

19. RESIDENCIAL VIVENDAS RURAL ALVORADA

20. SERRA DOURADA I

21. SOBRADINHO III

22. VERSALES

23. VILA CENTRO SUL

24. VILA RICA

25. VILA ROSADA

26. VILA VERDE

27. VIVENDAS BEIJA-FLOR

28. VIVENDAS CAMPESTRE

29. VIVENDAS DA ALVORADA

30. VIVENDAS DA SERRA

31. VIVENDAS PARAÍSO

32. IMPÉRIO DOS NOBRES

33. MORADA DOS NOBRES

34. NOSSO LAR

35. PÔR DO SOL

36. SÍTIO DOS ANJOS

37. COLORADO VILLE

38. JARDIM EUROPA

39. JARDIM EUROPA II

40. MANSÕES COLORADO

41. VIVENDAS COLORADO

42 . ALTO DA BOA VISTA (revalidado decreto anterior)

Renata Moura - Agência Brasília

Falsa endemoniada é desmascarada por pastor no programa do Ratinho! - Notícias Gospel Prime


Falsa endemoniada é desmascarada por pastor no programa do Ratinho!
Uma mulher da platéia surpreendeu o apresentador Carlos Massa ao manifestar um suposto demônio em seu programa. O “imprevisto” aconteceu ao vivo no Programa do Ratinho do dia Durante uma reportagem sobre possessão maligna uma mulher da platéia começou a debater-se como se estivesse endemoniada. Um pastor que participava do debate tentou expulsar impondo a mão na cabeça da mulher e orando. Vendo que ela não melhorava o pastor revelou a todos “Isso não é demônio, quando é demônio obedece”.

Após o intervalo comercial o apresentador se justificou revelando que a produção havia armado a cena. Segundo Ratinho nem ele e nem o pastor sabiam da armação. A produção do programa revelou que a situação foi criada para testar veracidade do pastor.




video

segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

CARTADA HOMOSEXUALISTA DE LULA


Como Lula e os ativistas gays passaram a perna nos opositores do PLC 122.

(Por Julio Severo) – Estratégia do PLC 122 não passou no dia 9 deste mês, porque os ativistas gays foram pegos com a “boca na botija”. Mas nenhum deles está chorando ou reclamando. Por que? No mesmo dia 9, sem que ninguém percebesse, Lula criou o Conselho Nacional de Combate à Discriminação exclusivamente para avançar a agenda gay.

O Congresso Nacional está recebendo muitos e-mails sobre a votação do PLC 122/2006 nesta semana. Devido às denúncias das manobras, o projeto anti-“homofobia” não foi avançado no dia 8 ou 9 deste mês na Comissão de Direitos Humanos e Participação Legislativa do Senado.

No entanto, em 9 de dezembro de 2010 o presidente Lula criou, por meio de decreto presidencial, o Conselho Nacional de Combate à Discriminação. Veja aqui: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2007-2010/2010/Decreto/D7388.htm

Em 2008, dentro do projeto de lei que criava o Ministério da Pesca, uma emenda totalmente estranha foi inserida para criar um Conselho Nacional da Comunidade LGBT, mas a Câmara dos Deputados rejeitou a emenda. Veja a cobertura completa aqui: http://juliosevero.blogspot.com/2009/03/o-peixe-e-isca-projeto-de-lei-sobre.html

Contudo, os ativistas gays novamente conseguiram uma volta por cima, pois Lula criou o mesmo conselho, mas com outro nome. Embora tenha como título genérico Conselho Nacional de Combate à Discriminação, o novo órgão federal, com burocratas engordados com nossos impostos, terá como missão prioritária combater “discriminações” contra quem está envolvido em atos homossexuais. Por exemplo, um pai ou mãe reclamou da aula pró-homossexualismo que seu filho recebeu na escola? É crime de “homofobia”!

Para Lula e os ativistas gays, não importa que a população não queira o PLC 122. Terão de engolir a força a ideologia gay, nem que para isso todos tenham de ser aterrorizados com as ações de um Conselho Nacional de Combate à Discriminação.

Fonte: O Verbo / www.juliosevero.com

O peixe é a isca: projeto de lei sobre pesca vira “peixe-de-tróia” da agenda gay

PLC 122: “O preço da liberdade é a eterna vigilância”

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

POESIA DO FILOSOFO S.AGOSTINHO

"Tarde Vos amei,
ó Beleza tão antiga e tão nova,
tarde Vos amei!
Eis que habitáveis dentro de mim,
e eu, lá fora, a procurar-Vos!
Disforme, lançava-me sobre estas formosuras que criastes.
Estáveis comigo e eu não estava Convosco!
Retinha-me longe de Vós
aquilo que não existiria,
se não existisse em Vós.
Porém, chamastes-me,
com uma voz tão forte,
que rompestes a minha Surdez!
Brilhastes, cintilastes,
e logo afugentastes a minha cegueira!
Exalastes Perfume:
respirei-o, a plenos pulmões, suspirando por Vós.
Saboreei-Vos
e, agora, tenho fome e sede de Vós.
Tocastes-me
e ardi, no desejo da Vossa Paz"

S. Agostinho

Marcos Pereira famoso por mediar conflitos entre policiais e bandidos, elogia tomada das favelas no Rio de Janeiro


O pastor da Assembleia de Deus dos Últimos Dias (Adud) , Marcos Pereira comemorou a ocupação da polícia ao Complexo do Alemão neste domingo, dia 28. O Dia D para o Rio de Janeiro culminou na apreensão de 40 toneladas de maconha. Marcos Pereira que ganhou mídia ao mediar conflitos semelhantes entre policiais e bandidos, disse que enviou equipe ao morro.

Apesar, segundo ele, do Governo não considerar oficial a negociação de Marcos Pereira, a equipe da Adud esteve na madrugada no Complexo do Alemão. Segundo divulgou Pereira alguns traficantes aceitaram o apelo e se renderam. “ O Governo teve atitude em tomar aquele espaço tomado por algo satânico”. Marcos Pereira disse que ficou não muito tempo no local para não ser acusado de oportunista pela mídia.

Segundo ele o instituto está dando assistência no local através de voluntários e comemorou o não derramamento de sangue durante a ocupação. “Cocaína é droga. Algo espiritual. Material bélico, não. Autoridades competentes precisam impedir que isto cheguem às mãos dos traficantes”, declarou.

Fonte: CREIO / Gospel Prime

quinta-feira, 18 de novembro de 2010

quarta-feira, 10 de novembro de 2010

VOCE É CAPAZ

video

O SER HUMANO É CAPAZ DE FAZER PROEZAS QUANDO SE PREPARA,

QUANDO VOCÊ SE CAPACITA NADA PODE TE DETER.

sexta-feira, 29 de outubro de 2010

no peito levo uma cruz

video

Seu nome é Jesus Cristo e passa fome

video

Documentário - Paulo Freire e a TEOLOGIA DA LIBERTAÇÃO

video

Em palestra na UnB, o teólogo Leonardo Boff afirma que o sistema de produção impede um modelo de desenvolvimento sustentável

“Se não destruirmos o Capitalismo, ele vai nos destruir”

Em palestra na UnB, o teólogo Leonardo Boff afirma que o sistema de produção impede um modelo de desenvolvimento sustentável
João Campos - Da Secretaria de Comunicação da UnB





Enquanto o princípio da competição prevalecer sobre o da cooperação, a vida no planeta vai continuar ameaçada pela ação do homem – até o fim de todas as espécies. O alerta foi dado pelo teólogo Leonardo Boff nesta quinta-feira, 28 de outubro, na UnB. “O sistema é o vilão do meio ambiente. Se não destruirmos o capitalismo, ele vai nos destruir”.

Segundo Boff, autor de 82 livros, o modelo onde o acúmulo de bens e o desenvolvimento a qualquer a custo ditam as regras tornou o planeta insustentável. “Há algum tempo tiramos da Terra mais do que ele pode repor. Por um raciocínio lógico, esse é o caminho para a catástrofe”, diz. “No capitalismo, onde tudo vira mercadoria, inclusive a natureza e o homem, a sustentabilidade não cabe”. Para ele, é preciso repensar o modelo de desenvolvimento.

Boff destaca os riscos do aquecimento global acelerado pela ação do homem. “A concentração de dióxido de carbono na atmosfera, fruto da corrida industrial e dos excessos que movem o sistema de produção de capital e de consumo, devem elevar a temperatura do planeta em 3º até 2040”. O cientista alerta que, até o fim do século, o aumento pode chegar aos 4º. “Nesse ponto já é possível que nenhuma espécie sobreviva”.


Luiz Filipe Barcelos/UnB Agência

Leonardo Boff: "É preciso repensar o modo de consumo"

O premiado professor destaca que a Terra pode continuar sem os humanos, mas os humanos não sobreviverão sem a Terra. “Ocupamos 83% do planeta destruindo e desmatando a qualquer custo. Não podemos parar a roda, mas podemos diminuir sua velocidade”, disse. Segundo Leonardo, na atual conjuntura política, a mudança deve começar em cada indivíduo. “Repensar o modo de consumo é fundamental”.

Ao encerrar a palestra, Boff lançou uma provocação ao público que lotou o Ceubinho. “Que solo vamos pisar, que água vamos beber, que ar vamos respirar, que tipo de comida vamos comer daqui a 50 anos?”. Segundo ele, a situação se agrava pelo fato de o homem conhecer o caminho para reverter a situação. “O que vamos dizer aos nossos filhos e netos quando perguntarem: por que vocês não fizeram nada?!”.

DILEMAS – Na opinião do coordenador da Rede Ecossocialista Brasileira, Pedro Ivo Batista, hoje não há nada mais revolucionário que o movimento ambientalista. “Até o movimento sindical tem como fim melhores salários”. Assim como Boff, ele afirma que o modelo capitalista não tem condição de dar suporte aos dilemas ambientais. “A defesa da natureza em um sistema onde tudo possui um valor de troca é um desafio. É preciso flexibilidade dos governos para inserir de vez a sutentabilidade na política”.

Às vésperas do segundo turno das eleições, o ministro da Cultura, Juca Ferreira, destacou a importância de os governos incorporarem a questão das sustentabilidade. “Isso exige grandes esforços, pois envolve a quebra de paradigmas. O ciclo de desenvolvimento depende cada vez mais de recursos que agravam cada vez mais a situação do planeta”. Um dos fundadores do Partido Verde, Juca ressalta que a ecologia não é apenas uma questão técnica, mas de valores. “O meio ambiente começa no meio da gente”.

Todos os textos e fotos podem ser utilizados e reproduzidos desde que a fonte seja citada. Textos: UnB Agência. Fotos: nome do fotógrafo/UnB Agência

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

A morte do senador e torturador Romeu Tuma



Carlos Pereira, Movimento Tortura Nunca Mais-SP


“Nunca fui torturado por ele, mas pessoas informaram que ele era conivente com a prática. Pena que os arquivos da ditadura não foram abertos para que a gente pudesse punir as pessoas que torturaram ou facilitaram a tortura.”

O primeiro suplente de Tuma é o secretário de Relações Internacionais da Prefeitura de São Paulo Alfredo Cotait Neto (DEM), que pedirá ao prefeito Kassab para ser liberado do cargo para assumir a cadeira no Sando, já que o mandato dura até 31 de janeiro de 2011.

O corpo do senador será velado na Assembléia Legislativa de São Paulo a partir das 21h desta terça-feira.


O Ministério Público Federal ajuizou na Justiça Federal uma ação civil pública contra o senador Romeu Tuma (PTB-SP) e o deputado federal Paulo Maluf (PP-SP) por causa de fatos ocorridos no regime militar. Tuma era delegado de polícia e dirigiu o Departamento de Ordem Política e Social de São Paulo (Dops-SP). Maluf foi prefeito de São Paulo de 1969 a 1971.

A procuradoria alega que, nesses cargos, eles participaram da estratégia da ditadura de desaparecer com os corpos de presos políticos mortos por órgãos de segurança e enterrados nos cemitérios de Perus, na zona oeste de São Paulo, e de Vila Formosa, na zona leste.

Essa é a primeira vez que políticos e civis são acusados por delitos da repressão política dos nos 60 e 70. Tuma trabalhou no Dops-SP de 1966 a 1983. Dirigiu o Serviço de Informações e foi diretor-geral do órgão. Maluf voltaria à prefeitura em 1993. Além deles, também são acusados na ação o ex-prefeito de São Paulo Miguel Colasuonno (1973-1975), o ex-diretor Fábio Pereira Bueno, do Serviço Funerário, e Harry Shibata, ex-chefe do necrotério do Instituto Médico-Legal (IML).

Em outra ação, os procuradores pedem a punição de universidades, legistas e peritos que teriam contribuído para que ossadas de desaparecidos achadas em Perus, em 1990, ficassem sem identificação. As duas ações são assinadas por quatro procuradores e fazem parte da estratégia da procuradoria de processar civilmente os suspeitos de crimes da ditadura, driblando, assim, a Lei da Anistia, que impede ações criminais contra os acusados.

A procuradoria quer que os acusados tenham aposentadorias cassadas e sejam condenados à perda das funções públicas. No caso de Maluf e de Tuma, o processo civil não atinge os mandatos dos dois. A procuradoria pede ainda que paguem indenização de até 10% de seu patrimônio pessoal, dinheiro que seria investido em ações de preservação da memória dos crimes ocorridos na ditadura.

A acusação diz que o Dops-SP formalizava as prisões feitas pelo Destacamento de Operações de Informações (DOI), do 2º Exército, e, com ajuda do IML, encobria as mortes. "Temos documento que mostra Tuma informando a um tribunal que um militante estava morto apesar de o Dops ter negado sua morte à família", disse a procurador Marlon Weichert.

O militante era Flávio de Carvalho Molina, morto pelo DOI em 1971 - sua ossada foi achada em Perus e identificada em 2005. Maluf é questionado por ter feito o cemitério de Perus, que tinha "quadras para o enterro de "terroristas". No caso de Colasuonno, em sua gestão houve a reforma no cemitério de Vila Formosa que destruiu a quadra onde estavam os desaparecidos.

Na segunda ação, os procuradores pedem a imposição de multa de 5% do patrimônio aos legistas Daniel Romero Muñoz (Universidade de São Paulo), Badan Palhares (Universidade Estadual de Campinas) e Vânia Aparecida Prado (Universidade Federal de Minas Gerais) e aos peritos Celso Perioli e Norma Bonaccorso (Polícia Científica de São Paulo), além da condenação das universidades. "Houve descaso na identificação das ossadas de Perus", disse a procuradora Eugênia Fávero. (Com informações de O Estado de São Paulo).dou crédit ao espaço vital
Postado por Hilario Gomes

quarta-feira, 20 de outubro de 2010

PENSAMENTOS DE JOHN MAXWELL

"O pessimista reclama do vento, O otimista espera que ele mude. O sábio ajusta as velas".

John Maxwell

"Mais InformaçãoO pessimista reclama do vento. O otimista espera que ele mude. O sábio ajusta as velas".

John Maxwell

"Mais InformaçãoMeu alvo não é formar seguidores que resultem em uma multidão.
Meu alvo é desenvolver líderes que se transformem em um movimento".

John Maxwell

"Mais InformaçãoO sucesso vem como resultado do desenvolvimento de nosso potencial"

John Maxwell

"Mais InformaçãoQUANDO SEU CORAÇÃO DECIDIR O ALVO, SUA MENTE PROJETARÁ O MAPA PARA ALCANÇA-LO".

John maxwell

" QUANDO AS PESSOAS ERRADAS SÃO AFASTADAS DE SUA VIDA, AS COISAS ERRADAS PARAM DE ACONTECER"

John maxwell

ESPIRITO EMPREENDEDOR


Lições de Vida do Fundador da Honda
..
Considerado um “visionário” em seu tempo, Soichiro Honda (1906 - 1991) tinha um espírito criativo e persistente, que é retratado nos diversos textos escritos sobre ele. Em certa ocasião ele disse o seguinte:"Eu vivo no presente, para construir o futuro, com a experiência do passado".
A frase acima pode ser confirmada na realidade, por alguns acontecimentos de sua vida, servindo de exemplo para nós administradores.
De fato, numa forma simples, o passado representa todas as nossas experiências e conhecimentos adquiridos. Nada é desperdiçado. Mesmo os fatos de caráter negativo constroem nossa personalidade e nos tornam mais fortes e preparados. Na época da 2ª guerra mundial, Soichiro Honda começou a produzir hélices para a Força Aérea Japonesa. Porém por volta de 1945, suas instalações fabris sofreram bombardeios e um terremoto. Desiludido, vende suas instalações para a Toyota, um de seus clientes. Em 1946, o Japão pós-guerra apresentava sérios problemas de transporte. Combustível racionado e trens lotados pediam novas alternativas para o setor. Então Honda comprou motores usados para geradores, e os adaptou em bicicletas, e logo estava vendendo os primeiros ciclomotores.
A conseqüência da guerra e a sua experiência fabril unem-se para uma nova e lucrativa idéia.Com relação ao presente, Honda afirma: “vivo no presente”. É uma continuidade. O presente é encarado e aproveitado. Dentre as qualidades de Soichiro está a curiosidade; ainda criança ficava observando os motores, impressionado. Este grande interesse por motores foi surgir durante a apresentação do piloto americano Niles Smith em 1914. Honda tinha visão muito prática e real interesse em aprender.
Também procurava realizar seus projetos. Aos 13 anos já possuía diversas invenções e aos 16 anos, foi para Tokio como aprendiz numa oficina mecânica. Poucos anos depois, voltou para Hammamatsu (cidade em que nasceu) e abriu a sua própria oficina. Valorizava a pesquisa, buscando melhorias para seus empreendimentos. Com 30 anos de idade, Honda decide fabricar anéis para pistões. Mas apesar da sua estrutura com 50 funcionários e sede própria, passou por dificuldades e seus recursos quase acabaram.
Após muitas pesquisas e a ajuda de um antigo professor, Honda descobre a aplicação de um novo componente para seus produtos: o silício. Assim, no final de 1937, sua empresa (a Tokai Saiki Heavy Industries) passa a fabricar com grande qualidade, gerando novamente alta rentabilidade. Há de se destacar que buscou pesquisar ainda mais os metais e entrou no Instituto de Tecnologia de Hammamatsu.
Aproveitou o presente. Usou e administrou de forma inteligente os recursos que possuía.
E quanto ao futuro? Honda nos desperta a construí-lo. As ações de Soichiro Honda foram tomadas ora pela contingência, ora pela criatividade, ora pela visão, mas todas construíram seu futuro de sucesso.Voltando aos primeiros ciclomotores, o sucesso foi tanto que os 500 modelos construídos rapidamente foram vendidos. O próximo passo de Honda foi projetar seu próprio motor (de 50 cc e 0,5 cavalo), que foi igualmente um sucesso. Em 1948 fundava a Honda Motor Company. O primeiro ciclomotor Honda era de 90 cc, chamado de “A”. Na constante busca de maior aprimoramento, após vários protótipos, em 1949 nasce a primeira motocicleta Honda, com 98 cc, 3 cavalos , chamada muito apropriadamente de "Dream" (sonho).
Isso da experiência (nossa e de outros), curiosidade, estudo e pesquisa, visão de futuro e de mercado, persistência, criatividade, entre outras) nos indicam caminhos para uma boa administração, tanto da empresa como de nossas próprias vidas.Nossas ações e decisões no tempo é que farão a diferença !
-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

SERÁ QUE DEUS É CULPADO?

Finalmente a verdade é dita na TV Americana.
A filha de Billy Graham estava sendo entrevistada no Early Show e Jane Clayson perguntou a ela:


'Como é que Deus teria permitido algo horroroso assim acontecer no dia 11 de setembro?'
Anne Graham deu uma resposta profunda e sábia:


'Eu creio que Deus ficou profundamente triste com o que aconteceu, tanto quanto nós.
Por muitos anos temos dito para Deus não interferir em nossas escolhas, sair do nosso governo e sair de nossas vidas.

Sendo um cavalheiro como Deus é, eu creio que Ele calmamente nos deixou.
Como poderemos esperar que Deus nos dê a sua benção e a sua proteção se nós exigimos que Ele não se envolva mais conosco?'

À vista de tantos acontecimentos recentes; ataque dos terroristas, tiroteio nas escolas, etc...


Eu creio que tudo começou desde que Madeline Murray O'hare (que foi assassinada), se queixou de que era impróprio se fazer oração nas escolas Americanas como se fazia tradicionalmente, e nós concordamos com a sua opinião.


Depois disso, alguém disse que seria melhor também não ler mais a Bíblia nas escolas...
A Bíblia que nos ensina que não devemos matar, roubar e devemos amar o nosso próximo como a nós mesmos. E nós concordamos com esse alguém.


Logo depois o Dr.. Benjamin Spock disse que não deveríamos bater em nossos filhos quando eles se comportassem mal, porque suas personalidades em formação ficariam distorcidas e poderíamos prejudicar sua auto estima (o filho dele se suicidou) e nós dissemos:


'Um perito nesse assunto deve saber o que está falando'.
E então concordamos com ele.


Depois alguém disse que os professores e diretores das escolas não deveriam disciplinar nossos filhos quando se comportassem mal.
Então foi decidido que nenhum professor poderia disciplinar os alunos...(há diferença entre disciplinar e tocar).


Aí, alguém sugeriu que deveríamos deixar que nossas filhas fizessem aborto, se elas assim o quisessem.
E nós aceitamos sem ao menos questionar.


Então foi dito que deveríamos dar aos nossos filhos tantas camisinhas, quantas eles quisessem para que eles pudessem se divertir à vontade.
E nós dissemos: 'Está bem!'


Então alguém sugeriu que imprimíssemos revistas com fotografias de mulheres nuas, e disséssemos que isto é uma coisa sadia e uma apreciação natural do corpo feminino.


E nós dissemos:




'Está bem, isto é democracia, e eles tem o direito de ter liberdade de se expressar e fazer isso'.






Depois uma outra pessoa levou isso um passo mais adiante e publicou fotos de Crianças nuas e foi mais além ainda, colocando-as à disposição da internet.





Agora nós estamos nos perguntando porque nossos filhos não têm consciência e porque não sabem distinguir o bem e o mal, o certo e o errado;
porque não lhes incomoda matar pessoas estranhas ou seus próprios colegas de classe ou a si próprios...


Provavelmente, se nós analisarmos seriamente, iremos facilmente compreender:
nós colhemos só aquilo que semeamos!!!

Uma menina escreveu um bilhetinho para Deus:
'Senhor, porque não salvaste aquela criança na escola?'
A resposta dele:
'Querida criança, não me deixam entrar nas escolas!!!'

É triste como as pessoas simplesmente culpam a Deus e não entendem porque o mundo está indo a passos largos para o inferno.

É triste como cremos em tudo que os Jornais e a TV dizem, mas duvidamos do que a Bíblia, ou do que a sua religião, que você diz que segue ensina.


É triste como alguém diz:
'Eu creio em Deus'.
Mas ainda assim segue a satanás, que, por sinal,também ''Crê'' em Deus.

É engraçado como somos rápidos para julgar mas não queremos ser julgados!

É triste ver como o material imoral, obsceno e vulgar corre livremente na internet, mas uma discussão pública a respeito de Deus é suprimida rapidamente na escola e no trabalho.



Gozado que nós nos preocupamos mais com o que as outras pessoas pensam a nosso respeito do que com o que Deus pensa...


'Garanto que Ele que enxerga tudo em nosso coração está torcendo para que você, no seu livre arbítrio, envie estas palavras a outras pessoas'.

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

A GRANDE FAMILIA RORIZ

NÃO SEI QUEM É O AUTOR

SÓ SEI QUE O VIDEO MOSTRA O QUE A MAIORIA DAS PESSOAS PENSAM SOBRE A FAMILIA RORIZ

video


http://www.youtube.com/watch?v=_mJuvh9aoQg&feature=related

quinta-feira, 30 de setembro de 2010

UTIL- COLA ELETRONICA

http://oglobo.globo.com/pais/eleicoes2010/cola/


entre no site digite o número ou nome do candidato e em seguida em buscar.


clique no quadro da direita, no nome do candidato... faça do distrital
> até o presidente.


> depois é só imprimir a cola.

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

MAIORIA DOS FICHA SUJA ESTÃO COM DILMA

Cem candidatos impugnados estão coligados à Dilma e 64 ao Serra


Izabelle Torres

Publicação: 29/09/2010 08:15 Atualização: 29/09/2010 08:28

A ampla coligação que deu um clima acolhedor à candidata Dilma Rousseff (PT) nos estados também tem rendido maus frutos. Estão no grupo de apoio da petista mais da metade dos políticos barrados pela Justiça Eleitoral com base nos critérios de conduta estabelecidos pela Lei da Ficha Limpa. São candidatos aliados da governista, cuja maioria conta não apenas com fotos em banners ao lado de Dilma e do presidente Lula, mas com aparições diárias da dupla em seus programas eleitorais declarando apoio e pedindo votos. Segundo levantamento realizado pelo Correio, a nova regra negou o registro de 242 pleiteantes a cargos públicos. Desses, 100 estão em partidos oficialmente coligados a Dilma e outros 24 são do PP, que apoia informalmente a candidata. Números que representam 51,2% do total de candidatos barrados em todo o país.

O maior peso nas costas da coligação dilmista é resultado das 30 impugnações do PMDB, principal aliado e legenda à qual pertence o vice da chapa, Michel Temer (SP). Estão entre os peemedebistas casos emblemáticos como o de Jader Barbalho (PA), que renunciou ao mandato de senador em 2001 para não ser cassado por corrupção. Barbalho promete não desistir da disputa e garante que será o senador mais bem votado do Pará. É do PMDB também o candidato a senador por Goiás Adib Elias. Em seu programa, ele aparece de mãos dadas com a candidata do PT e constantemente mostra trechos do comício realizado no mês passado em que Lula e Dilma pediram votos para ele.

A dupla governista aparece nos programas eleitorais de outros candidatos barrados pela Justiça. Em Alagoas, Ronaldo Lessa (PDT) substituiu parte das suas aparições pelas do presidente Lula. No discurso, o maior cabo eleitoral desta eleição diz que o ex-governador é seu aliado e pede o apoio dos alagoanos a Lessa. A propósito, o aliado de Lula foi barrado por conceder reajuste salarial aos professores em campanha pela reeleição, mas tem um currículo bem mais extenso na Justiça: é réu em mais de 30 processos e o Ministério Público quer que ele devolva R$ 240 milhões desviados dos cofres do estado durante seu governo.

Tucanos
Apesar de carregar o peso das irregularidades dos partidos que trabalham para elegê-la, o partido de Dilma aparece na lista como a sétima legenda em números de candidatos impugnados graças às regras da Ficha Limpa, com 12 barrados. O grupo de apoio ao tucano José Serra conta com 64 impugnados. Desses, 16 são do PSDB e nove do DEM, que ocupa a vaga de vice na chapa. No grupo tucano de fichas sujas estão casos conhecidos nacionalmente, como o do candidato ao governo por Rondônia, Expedito Júnior, e o candidato ao Senado pela Paraíba Cassio Cunha Lima. O problema é menor em termos quantitativos para Marina Silva (PV), cuja legenda conta apenas com seis candidatos barrados em todo o país, até porque não se coligou a outras legendas.

O número de impugnados não se perde em um simples ranking de partidos com candidatos fichas sujas. Políticos enquadrados na lei popular podem representar um peso aos aspirantes à Presidência da República não apenas em termos eleitorais. Na avaliação de ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a hipótese de o Supremo Tribunal Federal (STF) decidir se a regra (1) vale para esta eleição apenas depois da indicação do novo ministro da Corte coloca nos ombros do presidente eleito — já que Lula tem dito que não pretende indicar o novo integrante do pleno — a responsabilidade pelo desfecho da votação. Na prática, os ministros temem que o novo presidente sofra pressão dos que lhe apoiaram. “Acho que essa questão deve ser decidida pelo Judiciário rapidamente. Não dá para deixar nas mãos de um novo integrante que ainda será indicado”, defende o ministro Carlos Ayres Britto.

1 - Série de consultas
A Lei da Ficha Limpa surgiu de uma proposta de iniciativa popular que reuniu mais de 1,6 milhão de assinaturas. O projeto foi aprovado na Câmara e no Senado e, depois, sancionado sem nenhum veto pelo presidente Lula. Depois de publicada, a lei foi alvo de uma consulta apresentada ao TSE, que declarou a regra constitucional. Na semana passada, os ministros do STF também entenderam que a norma é constitucional, mas não chegaram a uma conclusão sobre a validade da lei para estas eleições, pois divergiram em relação ao artigo 16 da Constituição, que prevê que uma lei que altera o processo eleitoral só pode entrar em vigor um ano depois de sua publicação.
CORREIOWEB

MARINA SILVA Surpreendente arrancada na reta final

Surpreendente arrancada na reta final
Marina Silva começa a colher o que plantou na campanha. Ela cresce nas pesquisas e quebra a polarização da disputa política brasileira
Hugo Marques


AVANÇO
Marina terá mais de dez milhões de votos nesta eleição e
alça seu nome a uma das lideranças políticas do País



A candidatura da senadora Marina Silva entra na última semana de campanha colhendo um resultado que estava represado. As pesquisas mostram que em uma semana ela angariou 2,6 milhões de votos. Segundo pesquisa Datafolha divulgada na quarta-feira 22, a candidata do PV subiu de 11% para 13% nas intenções de votos. A preferência por Marina cresceu principalmente entre os eleitores que têm curso superior e os de ensino médio com renda intermediária, que ganham acima de dois salários mínimos. Exatamente o grupo de maior peso na composição do eleitorado. Ela empolga porque trouxe para o centro do debate um tema que está em voga e galvaniza a atenção: o da sustentabilidade. Entre os eleitores que ganham entre cinco e dez salários mínimos, por exemplo, ela subiu de 16% para 24%. Marina começa a colher agora o que plantou durante a campanha. Qualquer que seja a voz das urnas, a ex-ministra do Meio Ambiente sairá desta eleição maior do que entrou. Fez uma campanha propositiva e não entrou em bate-bocas eleitoreiros. “A Marina deve ultrapassar a votação do Ciro Gomes em 1998, que teve 11,4% dos votos”, prevê o sociólogo Antonio Lavareda. “Ela está se credenciando para ser um dos nomes fortes nas próximas disputas presidenciais.”

Marina cresceu principalmente nas capitais. No Rio de Janeiro, o percentual de eleitores que declaram voto na candidata subiu cinco pontos, passando para 22%, um impressionante empate técnico com o candidato José Serra (PSDB), que tem 23%. No Distrito Federal, Marina também ganhou cinco pontos e atingiu 26% do eleitorado, ultrapassando Serra em três pontos percentuais. Ela também vence Serra no Estado do Amazonas, onde já conseguiu 18% da intenção de votos, contra 11% do candidato tucano. Marina comprova assim que sua plataforma atende ao interesse de muitos eleitores.


Mesmo sem alianças fortes e com poucos recursos, Marina
cresce principalmente nas capitais, onde já ameaça Serra


Marina tem superado difíceis obstáculos. Além de um partido pequeno, com pouco tempo no rádio e na televisão, ela depara-se com problemas como falta de apoio dos aliados, candidatos estaduais que não conseguem emplacar nas pesquisas e até dificuldades de distribuição de material de campanha, que não chega a muitos municípios. O PV já sabia de tudo isso antes da campanha, mas mesmo assim acreditou no potencial da senadora. Em julho do ano passado, um mês antes da filiação de Marina, a legenda encomendou a Lavareda um estudo sobre a viabilidade eleitoral da futura candidata. Esse estudo mostrou que Marina teria, na pior das hipóteses, 10% dos votos e, no melhor dos cenários, 20%. “Naquela época sugeri que ela fizesse coligações para aumentar o tempo de tevê e rádio e ampliasse o discurso, para não ficar monotemático”, revelou Lavareda. “A primeira sugestão, não tiveram condição de adotar. A segunda, adotaram razoavelmente.”

Não fosse a falta de apoio dentro da própria legenda, Marina poderia ter deslanchado ainda mais nas pesquisas. Sem conseguir fechar uma coligação nacional com um partido forte, o PV optou por alianças regionais que só trazem dificuldades à campanha. O deputado Fernando Gabeira (PV-RJ), candidato ao governo do Rio, pede votos para a senadora no horário eleitoral gratuito. Mas também mostra em seu programa de tevê o candidato José Serra (PSDB), que faz parte da coligação. Isso tem confundido a cabeça do eleitor. Em seu site, Gabeira nem sequer exibe a foto de Marina. Prefere mostrar imagens da violência no Rio. Candidato ao Senado, Alfredo Syrkis, presidente do PV do Rio, quer que o seu partido aproveite melhor a campanha na tevê nesses últimos dias. “Não fizemos o uso ideal do pouco tempo que tínhamos na tevê. O programa foi dispersivo, não teve foco”, diz Syrkis.

Marina pode crescer no Nordeste, mas lá quase todos os aliados do PV estão com Dilma Rousseff. No Maranhão, o deputado Sarney Filho (PV), ex-ministro do Meio Ambiente, está pedindo votos para a coligação da irmã, a governadora Roseana Sarney, que disputa a reeleição pelo PMDB. Na carta que enviou aos maranhenses, em vez de apoiar Marina, o deputado elogia os programas de Lula, como o Bolsa Família e o Minha Casa, Minha Vida. “A Roseana pediu que ninguém falasse de outro candidato. Quando estou no palanque dela, não peço votos para Marina. Só peço quando estou sozinho”, disse Sarney Filho à ISTOÉ. “Aqui no Maranhão, ninguém fala mal do Lula. A Dilma tem uns 75% dos votos.”

Apesar do crescimento de Marina nas pesquisas, as finanças do PV estão bem abaixo do planejado. O partido, que programou arrecadar R$ 90 milhões ao longo de toda a campanha, tinha obtido R$ 20 milhões na semana passada, segundo a coordenação. Como todos os outros partidos, o PV sofreu com a burocracia no sistema de arrecadação pela internet. Até a quarta-feira 22, a campanha tinha arrecadado apenas R$ 130 mil pela web.





Em busca dos votos dos indecisos de última hora, Marina vai concentrar seus esforços nas regiões Sul e Sudeste. “É onde tem mais eleitor”, explica João Paulo Capobianco, coordenador de campanha do PV. A tática de Marina é se confirmar como a melhor opção entre o eleitorado jovem. “Peço que cada criança e cada adolescente converse em suas casas e mostre à família a minha plataforma de governo”, diz Marina. Outra estratégia é insistir em levar a eleição para o segundo turno, para que os candidatos tenham tempo de expor melhor seus programas de governo. A ideia dos verdes é mostrar ao eleitor que as propostas de Dilma e Serra são semelhantes e Marina é a única que tem compromisso com o desenvolvimento sustentável. Ou seja, a única que, de fato, olha para o futuro.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

Dilma já nasceu eleita!


ACHO QUE EU E TANCREDO NEVES VIMOS ESSE FILME.
AS VEZES O CÂNCER ESTA CONTROLADO MAS UMA CASCA DE BANANA OU UM PISO MOLHADO RESOLVE O PROBLEMA.
AMADOS EU NÃO ESTOU DESEJANDO QUE A CANDIDATA MORRA MAS A HISTÓRIA NOS MOSTROU QUE A LÍNGUA AS VEZES É O CHICOTE DO CORPO PARA ALGUNS.

PENSE BEM ANTES DE VOTAR



AMADOS NÓS ESTAMOS ENTRANDO EM UM PERÍODO DE GRANDE IMPORTÂNCIA PARA O NOSSO PAIS , PARA A NOSSA SOCIEDADE E PARA O POVO DE DEUS.
NO DIA 03 DE OUTUBRO LEMBRE SE DE NÃO VOTAR EM QUEM LHE OFERECE ALGO EM TROCA DE SEU VOTO.
NÃO VOTE EM QUEM TEM A FICHA SUJA, EM QUEM JÁ FOI DENUNCIADO POR ALGO E DIGO MAIS SE VOCÊ PUDER DE OPORTUNIDADE A QUEM NUNCA SE ELEGEU A QUEM NÃO TEM DINHEIRO PARA INVESTIR NA CAMPANHA.
VOTE NO PADEIRO, PORTEIRO, VOTE NO SEU CONTADOR, NO SEU PROFESSOR OU NO SEU VIZINHO.
DE OPORTUNIDADE A QUEM TEM BOAS PROPOSTAS E CONHECE A SUA CIDADE E PRINCIPALMENTE. NUNCA CONFIE EM PESQUISAS , AS VEZES O CANDIDATO MAIS COTADO AO CARGO É AQUELE QUE IRA TE TRAIR (FERNANDO COLLOR, FERNANDO HENRIQUE, ARRUDA)
LEMBRE SE QUE O PRESIDENTE LULA TEVE QUE TENTAR QUATRO VEZES ATÉ SER ELEITO PARA O SEU PRIMEIRO MANDATO.
SE VOCÊ NÃO CONFIA OU NÃO CONHECE OS CANDIDATOS A ALGUM CARGO NÃO TENHA VERGONHA DE VOTAR NULO, O VOTO NULO FAZ PARTE DO SEU DIREITO DE ESCOLHA.

VOTE COM CONSCIÊNCIA.
DEUS O ABENÇOE.



TIAGO DE JESUS NASCIMENTO

Pastor Silas Malafaia declara apoio a Marina Silva


O pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo, Silas Malafaia, declarou apoio à candidata do PV, Marina Silva nesta sexta-feira, dia 24. O conferencista mantendo um discurso coerente com seus princípios, pediu votos através de seu twitter. Diferente de outros lideres da Assembleia de Deus como José Wellington Bezerra e Manoel Ferreira que declararam apoio a Dilma Rousseff, mesmo a petista sendo a favor do casamento gay e do aborto, Malafaia diz que foi coerente.

Faltando poucos dias para a eleição, acirrou-se na internet posicionamento sobre preferências. Dilma nos últimos dias declarou que tem apoio de pastores, após a repercussão negativa ao vídeo do pastor batista Paschoal Piragine Jr. Serra, que visitou a EXPOCRISTÃ e condenou Dilma por se declarar católica apenas em período eleitoral, também tem repetido seu compromisso com os evangélicos, que começou quando era governador do Estado de São Paulo.

Silas disse mais: “espero que, se Dilma ganhar, vocês que são cristãos não fiquem envergonhados, e não se calem diante de coisas que viram por aí, e que só o tempo poderá nos mostrar. Sinceramente, honestamente, gostaria de estar equivocado em relação às posições do PT. Não ficarei triste se o tempo mostrar que estou equivocado nestas questões, porque no tempo presente, elas são a realidade dos fatos.”

Fonte: CREIO / Gospel Prime

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

Zezé Di Camargo Luciano -- Meu País - Vídeo Oficial

video

QUE PENA QUE A ESPERANÇA SE TORNOU DECEPÇÃO.


Aqui não falta sol
Aqui não falta chuva
A terra faz brotar qualquer semente
Se a mão de Deus
Protege e molha o nosso chão
Por que será que tá faltando pão ?
Se a natureza nunca reclamou da gente
Do corte do machado, a foice, o fogo ardente

Se nessa terra tudo que se planta dá
Que é que há, meu país ?
O que é que há ?

Tem alguém levando lucro
Tem alguém colhendo o fruto
Sem saber o que é plantar
Tá faltando consciência
Tá sobrando paciência
Tá faltando alguém gritar

Feito um trem desgovernado
Quem trabalha tá ferrado
Nas mãos de quem só engana
Feito mal que não tem cura
Estão levando à loucura
O país que a gente ama

Feito mal que não tem cura
Estão levando à loucura
O Brasil que a gente

DESESPERO! Joaquim Roriz lança esposa como candidata em seu lugar

O ex-governador Joaquim Roriz (PSC) lançou a candidatura de sua esposa, Weslian Roriz, em seu lugar. A informação é confirmada pela assessoria de imprensa de sua filha, candidata a deputada distrital, Liliane Roriz (PRTB). Ainda segundo a assessoria, o candidato à vice-governadoria continua Jofran Frejat (PR).

A filha de Roriz colocou a informação em seu twitter às 12h40, mas apagou. Logo em seguida, a informação foi publicada em seu site.

Roriz e seus assessores permanecem em reunião para definir os rumos da candidatura de Weslian.

Zé Ramalho - Esse não é o meu pais

video

admiravel gado novo-zé ramalho

video

ESSA MUSICA MARCOU A NOSSA HISTÓRIA



Postado por Ivan Maurício em 21/04/2005 13:38

Admirável Gado Novo - Composição de Zé Ramalho
Vocês que fazem parte dessa massa que passa nos projetos dofuturo
É duro tanto ter que caminhar e dar muito mais do que receber
E ter que demonstrar sua coragem à margem do que possa parecer
E ver que toda essa engrenagem já sente a ferrugem lhe comer

Ê, ô ô, vida de gado, povo marcado, ê, povo feliz

Lá fora faz um tempo confortável, a vigilância cuida do normal
Os automóveis ouvem a notícia, os homens a publicam no jornal
E correm através da madrugada a única velhice que chegou
Demoram-se na beira da estrada e passam a contar o que sobrou

Ê, ô ô, vida de gado, povo marcado, ê, povo feliz

O povo foge da ignorância apesar de viver tão perto dela
E sonham com melhores tempos idos, contemplam essa vida numa cela
Esperam nova possibilidade de verem esse mundo se acabar
A arca de Noé, o dirigível, não voam nem se pode flutuar


ANÁLISE MUSICAL

Admirável Gado Novo faz crítica social

Por Bruno Pacheco e Helena Mendes,3º ano de Rádio e TV da Fundação Cásper Líbero

José Ramalho Neto, conhecido por Zé Ramalho, nasceu em Brejo da Cruz, Paraíba, em 3 de outubro de 1949. Assumindo sua vocação artística, abandonou o curso de medicina que fazia em João Pessoa para dedicar-se à música.

Suas influências foram o rock da Jovem Guarda, Beatles e Rolling Stones. Compositor e intérprete, fez os primeiros trabalhos em Recife com Alceu Valença, Lula Cortez e Geraldo Azevedo, com quem compartilhou o gosto estético e musical: o sertão nordestino. A partir daí, começou a estudar mais a fundo este tipo de música. Em 70, mudou-se para o Rio de Janeiro, onde gravou A vohai, sua primeira composição de grande sucesso. Inspirado pela seca e pela fome, desenvolve uma poesia profundamente nordestina e pessoal. As letras das músicas abordam o realismo fantástico do imaginário coletivo nordestino. O movimento hippie, a batalha pelo pão, a necessidade de arranjar dinheiro, a tristeza de um amor impossível etc. Como resultado de suas influências unidas à sua raiz, temos a fusão moderna de rock, com o xaxado, galope, pop e beira-mar. Admirável Gado Novo foi inspirada no título do livro Aldous Huxley, Admirável Mundo. A música foi lançada no teatro Tereza Raquel do Rio, no show de lançamento de seu primeiro LP, em 1979. A canção aborda a vida sofrida do povo que vive no sertão, fala das dificuldades para a sobrevivência, enaltece e valoriza o trabalho árduo das pessoas, além de sugerir a esperança de tempos melhores e evidenciar que o povo é marcado, porém feliz. Segue o padrão estrutural de música popular de fácil percepção, contendo um verso do tipo “A”, um verso do tipo “B” e refrão.O timbre compõe-se de instrumentos de corda, violão e baixo. A percussão é bastante variada com a zabumba, conga, pandeiro e triângulo. O sax representa o metal. A música é iniciada pelo violão, seguido do baixo e do sax. Logo, aparecem a zabumba junto ao triângulo. Assim, os instrumentos se intercalam ficando mais fortes ou mais fracos conforme o que a música pede. No refrão, temos o coro, que aparece de fundo, bem discreto, quase imperceptível, para representar a multidão trabalhadora. O ritmo binário, isto é, alternância entre batida forte e batida fraca, demarcadas pelo instrumento musical zabumba, evidencia o primeiro e o segundo momento. A sensação causada remete ao tema que a letra aborda: andanças esperançosas e união do povo, fazendo uma ligação ao Movimento Sem-terra. Depois que esta música foi tema da novela O Rei do Gado, da rede Globo, passou a ter sua imagem associada ao movimento dos sem-terra. Em 98, Zé Ramalho cantou Admirável Gado Novo numa manifestação dos Sem-terra em Brasília, na Esplanada dos Ministérios, e saiu ovacionado. Assim, essa canção dá margem a discussões sobre as condições de vida da população rural nordestina e funciona como crítica social.
___________

Técnica da ilustração: Colagem e caneta nanquim 0.5.